Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Estrutura Curricular Versão 2010
Início do conteúdo da página

Estrutura Curricular 2010

Publicado: Quinta, 02 de Maio de 2019, 10h05 | Última atualização em Terça, 22 de Outubro de 2019, 10h58 | Acessos: 174

 

O PPGENF Mestrado Acadêmico tem duração de dois (2) anos, o mestrando precisa cumprir no mínimo 30 créditos, assim distribuídos em disciplinas:

As disciplinas obrigatórias são ofertadas no campus da Escola de Enfermagem Magalhães Barata (UEPA) em Belém do Pará e na Escola de Enfermagem de Manaus (UFAM), por docentes das respectivas instituições, mantida a articulação e comunicação entre os mesmos no que tange as estratégias de ensino e avaliação, ementas e bibliografias contidas no projeto do curso aprovado junto a CAPES. 

As disciplinas optativas também estão articuladas entre as duas IES, mas poderão ser ofertadas em uma ou outra segundo a disponibilidade dos docentes em cada semestre do curso; os mestrandos e docentes poderão ter mobilidade entre as IES.

 

MATRIZ CURRICULAR

 

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

DISCIPLINA

CREDITO

C.H.

EMENTA

Pensamento Contemporâneo e Pesquisa em Enfermagem

03

45

História da filosofia. As principais correntes de pensamento: positivismo, fenomenologia, materialismo histórico e dialético e pós-modernidade e a relação com a produção do conhecimento. Enfoques teórico-filosóficos e a contribuição para a produção do conhecimento em Enfermagem. O conhecimento confiável e a pesquisa em Enfermagem: Ontologia, Epistemologia e Metodologia na produção do conhecimento em Enfermagem. O pensamento crítico e reflexivo no trabalho interdisciplinar em saúde.

Enfermagem e processos endêmicos no contexto Amazônico

03

45

Estudo das doenças e agravos de natureza endêmica prevalentes na Amazônia. Análise dos fatores determinantes da ocorrência dessas doenças, da magnitude, transcendência, vulnerabilidade e dos instrumentos de controle disponíveis. Atuação do enfermeiro: possibilidades e limites legais. Novos modelos e técnicas de intervenção em saúde e em enfermagem.

Metodologias de Ensino e Educação em Enfermagem

03

45

Paradigmas educacionais e referenciais político-pedagógico aplicáveis à educação no campo da saúde. Novos paradigmas em educação em enfermagem no Brasil. O profissional de enfermagem como agente educador. Diretrizes, currículos, competências e habilidades na educação em enfermagem. Planejamento e avaliação de ensino, Métodos e técnicas de ensino. Educação Permanente em Saúde.

Dissertação (*)

03

45

Orientação e acompanhamento de pesquisa para o campo da enfermagem e para redação da dissertação.

(*) Disciplina ofertada no 3° e 4° semestres

 

DISCIPLINAS ELETIVAS

DISCIPLINA

CREDITO

C.H.

EMENTA

Pesquisa e Pós-graduação em Enfermagem

01

15

Marcos da pesquisa e pós-graduação no Brasil e na América Latina. Contribuição da Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn) e o Centro de Estudo e Pesquisa em Enfermagem (CEPEn) para a pesquisa em enfermagem. Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações com as agências de fomento: Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES/MS) e Fundações de Amparo à Pesquisa (FAP).

Fundamentos do Cuidado em Saúde e Teorias de Enfermagem

03

45

Estudo dos paradigmas de enfermagem, bases teóricas, processo de cuidar em enfermagem; processo de enfermagem enquanto metodologia do cuidar e as estratégias planejamento, implementação e avaliação da assistência de enfermagem.

Ética e Bioética em Saúde e no Cuidar-Educar em Enfermagem

03

45

Leis, Decretos e Resoluções que envolvem a pesquisa com seres humanos e a profissão. Bases ontológicas e éticas da construção do conhecimento da enfermagem e demais áreas da saúde. Aspectos éticos em atividades de ensino, assistência e pesquisa que envolve os profissionais de saúde e os seres humanos. Direitos dos indivíduos em saúde. Princípios e situações da bioética em pesquisa com seres humanos.

Práticas Culturais na Saúde-Doença entre Grupos Amazônidas

03

45

Diferentes orientações nos estudos culturais. Estudos etno-orientados e etnoenfermagem. Imbricação entre sistemas etiológicos e práticas terapêuticas em populações tradicionais da Amazônia; cartografia simbólica do cuidado e representações da doença e de sistemas terapêuticos; saber local; cuidado cotidiano de saúde entre populações da Amazônia.

Metodologia para Trabalhos Acadêmicos e Científicos

03

45

Tipos de revisão da literatura: Revisão Sistemática, Revisão Integrativa, Metassíntese e metanálise. Normalização dos trabalhos acadêmicos segundo a ABNT e Vancouver. Estrutura de trabalhos acadêmicos: elementos pré-textuais, textuais, introdução, desenvolvimento. Redação e avaliação de artigos científicos e papers. Síntese textual: esquema, fichamento, resumo e resenha; Eventos Acadêmicos: simpósios, mês redonda, comunicação oral póster.

Educação, Desenvolvimento Humano e Relações Intersubjetivas

03

45

A disciplina caracteriza as contribuições dos modelos teóricos de desenvolvimento humano e interfaces com a educação nas proposições da abordagem histórico cultural e teoria enunciativa bakhtiniana. Em termos de implicações educacionais será discutido o funcionamento intersubjetivo da sala de aula. Sua vinculação com práticas sociais da instituição escolar, privilegiadas nas análises das interações e acontecimentos dialógicos eu-outros enquanto constitutivas dos processos do educando e educador.

Métodos quantitativos aplicados à pesquisa em saúde

03

45

Projetos de investigação quantitativa: bases teórico-metodológicas, tendências e perspectivas metodológicas. Tipos de estudos quantitativos. Estudo piloto e pré-teste. Validação de instrumentos de pesquisa. Técnicas de coleta dos dados. Análise, interpretação e confiabilidade de resultados. Aspectos éticos em pesquisa.

Métodos qualitativos aplicados à pesquisa em saúde

03

45

Estudo e discussão de características específicas do processo de investigação qualitativa e das diferentes abordagens teórico-metodológica que fundamentam a pesquisa qualitativa em saúde e enfermagem. Bases teóricas e filosóficas do estudo qualitativo. Técnicas em pesquisa qualitativa. A construção do objeto de estudo. A escolha do método e instrumentos de investigação. Validade e confiabilidade em pesquisa qualitativa. Aspectos éticos em pesquisa.

Tecnologias de Enfermagem para o Cuidado e Educação em Saúde

03

45

Educação em saúde frente a diferentes concepções de construção da consciência sócio-sanitária. Tipos de tecnologias em saúde e enfermagem na promoção da saúde e cuidado. Bases paradigmáticas para a construção de tecnologias na área. Processos de criação, validação e aplicação de tecnologias.

Bases para o cuidado de enfermagem em saúde pública

03

45

Influência dos modelos de saúde na compreensão e abordagem do processo saúde-doença e nas políticas e programas de saúde. Terapias complementares na assistência à saúde. O cuidado centrado na pessoa. Relações interpessoais. Humanização da Assistência e do Ensino na área da saúde. Princípios teóricos que norteiam as modalidades de cuidado. O Cuidado de enfermagem baseado em evidências.

Práticas Coletivas e Políticas Públicas no Contexto do SUS

03

45

Políticas sociais no Brasil. A formação do Estado do Bem-Estar brasileiro. As políticas de saúde no Brasil. Bases conceituais da Reforma Sanitária brasileira. O Sistema Único de Saúde. A crise no sistema de saúde mundial. A produção de saúde como novo paradigma. Produção social da prática profissional em saúde e enfermagem. A Enfermagem no contexto das transformações do mundo do trabalho. Políticas de saúde no Brasil, desenhos tecno-assistenciais, e o trabalho em saúde e enfermagem.

Bioestatística

03

45

O estudo da bioestatística tem por objetivo a compreensão e análise dos métodos quantitativos nas Ciências da Saúde e da Ciências Biológicas. Tal abordagem parte dos conceitos fundamentais da estatística como as variáveis quantitativas e qualitativas, testes estatísticos de e intervalos de confiança, modelos probabilísticos, populações, amostragem, teste de hipóteses, e apresentação de dados em forma de tabelas, quadros e gráficos.

Atenção à Saúde da Mulher

03

45

Estudo da saúde da mulher nos aspectos de promoção da saúde e prevenção de agravos. As políticas e indicadores de assistência à saúde da mulher na sociedade atual, assistência à mulher no ciclo gravídico e clínico ginecológico, ações educativas, planejamento Reprodutivo, violência contra a mulher e processo de socialização na construção de gênero e sua interferência na saúde da mulher. Patologias mais frequentes na vida da mulher. Estudo da vida das mulheres: indígenas, quilombolas e ribeirinhas. Violência contra mulher. Modelos metodológicos para pesquisas em Saúde da Mulher.

Estágio de Docência I

03

45

Elaboração do programa de disciplina do curso de graduação em Enfermagem. Preparação de aulas e avaliações teóricas e práticas. Treinamento didático na referida disciplina. Desenvolvimento, análise e avaliação crítica de experiência de ensino. Investigação sobre aspectos do cotidiano escolar em curso de graduação. Desafios da formação de profissionais em saúde e enfermagem. Sistematização da experiência de Estágio de Docência I.

Seminário de Pesquisa I

03

45

Discussão coletiva sobre o planejamento e andamento dos projetos de dissertação, propiciando o detalhamento das exigências formais e metodológicas relacionadas a cada projeto, adequando-os às normas científicas e formais de um trabalho acadêmico. Articula estudo individual e em grupo visando aprofundamento de questões teórico-práticas de temas básicos e de enfermagem relacionadas à dissertação, sob a orientação de um professor.

 

Fim do conteúdo da página